...

segunda-feira, 19 de abril de 2010

"E a cada hora que passa envelhecemos dez semanas..."


O mundo é estranho. Ou sou eu que estou estranhando o mundo.
Qualquer das opções, a consequência é a mesma:
não estamos na mesma sintonia: o mundo e eu.

Notas:

1- Não entender certas coisas é fato.
2- Aceitar que não posso entender é impossível.
3- Rezando pela metade, a todo tempo... como se não conseguisse concluir uma mesma oração, ou um mesmo pensamento... Como se estivesse perdida. Mais.

Trilha sonora do dia> Teatro dos Vampiros (Renato Russo)

"Sempre precisei de um pouco de atenção
Acho que não sei quem sou
Só sei do que não gosto
E destes dias tão estranhos
Fica a poeira se escondendo pelos cantos.

Este é o nosso mundo:
O que é demais nunca é o bastante
E a primeira vez é sempre a última chance.
Ninguém vê onde chegamos:
Os assassinos estão livres, nós não estamos.

Vamos sair - mas não temos mais dinheiro
Os meus amigos todos estão procurando emprego
Voltamos a viver como há dez anos atrás
E a cada hora que passa
Envelhecemos dez semanas.

Vamos lá, tudo bem - eu só quero me divertir.
Esquecer, dessa noite ter um lugar legal p'rá ir
Já entregamos o alvo e a artilharia
Comparamos nossas vidas
E esperamos que um dia
Nossas vidas possam se encontrar.

Quando me vi tendo de viver comigo apenas
E com o mundo
Você me veio como um sonho bom
E me assustei

Não sou perfeito
Eu não esqueço
A riqueza que nós temos
Ninguém consegue perceber
E de pensar nisso tudo, eu, homem feito
Tive medo e não consegui dormir.

Comparamos nossas vidas
E mesmo assim, não tenho pena de ninguém."

***

Um comentário:

Amélie™ disse...

Todos nós passamos por momentos de auto questionamento: quem sou? para onde vou? Por que isso ou aquilo...
Não entender tudo é saudável, nos força a pesquisar, buscar conhecimento. Essa é a grande magia da vida.
Bjos, Tarcila!
Amélie