...

segunda-feira, 3 de março de 2008

Salir de copas




Dois casais de completa maresia numa noite de sábado? Precisávamos modificar essa história. Foi assim que eu, David, Márcio e Carla saímos pela noite sem rumo.

Não sabíamos aonde ir, mas estávamos na esperança de encontrar um lugar de destino.
No meio do “caminho para lugar nenhum”, tive a idéia de ver se um velho restaurante/bar, na ladeira dos Galés, em Brotas, ainda funcionava. Eu costumava ir até lá, quando era pequena, acompanhando meus pais na saída com seus amigos. E assim fizemos. E foi bem bacana. Bebemos, comemos moela... até que eu larguei a idéia de irmos a outro barzinho, não porque aquele estivesse ruim, mas porque talvez fosse divertido.

Foi aí que Carla (gênia) nos apresentou o “Salir de copas”. Um esquema da moda na Espanha, onde uma turma sai e vão a diversos bares. Cada um indicado por um dos integrantes do grupo.
Pronto! Foi o suficiente para a noite passar ao extremo oposto da monotonia: agitação!

Convencer nossos respectivos companheiros foi a parte mais dura, mas guerreiras que somos, conseguimos! E assim passeamos por diversos locais da capital baiana, parando em cada um deles para conferir ambiente, petisco, bebidas (temperatura da cerveja heheh).

Detalhe: não queríamos ir a locais usualmente freqüentado por nós!
Então, resolvemos “arriscar” conhecer todos aqueles locais que alguns amigos um dia comentaram e nunca tivemos coragem de “dar uma passada para conferir”.
Resultado é que conhecemos lugares bacanas e outros nem tanto assim. Na verdade... outros que não valiam a pena nem um pouco (risos).



Fomos a um barzinho alternativo nos Barris, onde rola projetos CULTurais bem legais. O lugar é ótimo e a música 10! O mais importante é que a cerveja era gelada e a tequila bateu legal!





Depois, fomos parar em outro barzinho mais alternativo ainda. Esse sim, não deixou saudades (risos). Uma senhora cantante e com teor alcoólico elevado fez a vontade de partir para o próximo bar aparecer muito depressa.














De lá, passamos rapidamente na Marina, só porque estava perto e queríamos dar uma conferida na Baía de Todos os Santos!



Por último, acabamos mesmo no “Quatro rodas” batendo dois pratos (em plena madrugada): maniçoba e sarapatel. Tenho que dizer que nem tão recomendáveis assim.

Mas, foi tudo divertido de qualquer jeito!
Posteriormente, vocês ficarão sabendo melhor dos lugares, mas hoje já posso adiantar que a prática do “Salir de copas” é muito legal, vale a pena e vamos repetir!


Sintam-se convidados para juntarem-se a nós!

7 comentários:

Marcio Melo disse...

Foi legal, tirando é claro o "Quintal" hahahaha.

Tem que rolar o blog cooperativo

Tarcila disse...

Com certeza!
:)
hehehe

RAMON(ES) disse...

Tenha muito medo desse passeio de vocês. Mas vocês ainda não conseguiram superar o meu "city tour dos postos". O dia que eu e 3 amigos saindo por Salvador parando de posto em posto para beber. O passeio ainda incluiu o Mercado do Peixe e 1 Bompreço.
ahahahhahahaha

Tarcila disse...

Úu! Isso sim é programa, Ramon!
:P

Rodrigo Borges disse...

Porra...
Nesses programas vcs não me chamam...
Huahuahuahauhua...
Tô ligado que foi n odia que eu tava de maresia...
Hehehehe
Conte-nos mais sobre o Salir de Copas!

Marcio Melo disse...

Topeira é o melhor de todos, a gente insiste pra sair ele nao vai. A gente sai ele diz que nao chamou

Da proxima vez vamos adular o nenem borginhos

E o passeio de Ramon foi sucesso

Tarcila disse...

Hauhauahuah
Mais adulado do que ele foi, Márcio?

Ou vc n recorda que ligamos duas vezes?
hehehe

Mas, Topeira, foi realmente no dia de sua maresia. E nós não tínhamos planejado este programa. Foi legal!! Repetiremos esse mês e vocês estão mais do que convidados! Vão logo pensando nos bares que vão nos levar (cada um do grupo tem que levar para um barzinho).

:)