...

quinta-feira, 27 de março de 2008

Sherlock Holmes em "Um estudo em vermelho"


Um estudo em vermelho (A study in scarlet)
Autor: Sir Arthur Connan Doyle
Tradução de Louisa Ibañez
Dentro da Coleção Obra Completa de Sherlock Holmes, da Ediouro, 2004. Volume I. Parte I. E agora o tenho também, dentro da coleção completa de contos e histórias da Editora Agir, 2008.




O livro é o primeiro da série que ficou marcada na história, em todo o mundo.
Nele, há o primeiro encontro de Dr. Watson com Sherlock.


Watson, narrador das peripécias do detetive, acabara de voltar da guerra no Afeganistão, afastado por ferimentos no combate e muito doente. Isolado na capital inglesa, sem poder exercer sua profissão de médico (ainda em recuperação da doença), ele é obrigado a viver com pequena quantia que o Governo paga mensalmente, como forma de compensação.

A situação já estava apertando e Watson já pensava em quais dos poucos luxos cortaria para continuar sobrevivendo, quando encontra, por acaso, antigo colega que lhe fala de um amigo dele (um tanto excêntrico) louco para arrumar alguém para dividir uma casa e suas despesas.

Animado com a possibilidade de reduzir os seus custos, Watson não ligou para os comentários de seu colega sobre os hábitos excêntricos, para não dizer malucos, e foi conhecer o tal Sherlock Holmes.

Acabaram por fim, acertados os dois, a conviver sob o mesmo teto e, juntos, visitaram, a casa 221 B, na Baker Street, que serve de abrigo para os dois durante uma longa jornada.

Sherlock faz uma bela apresentação da ciência da dedução. E Watson (ainda desocupado) acaba acompanhando o amigo na perseguição da solução de um mistério. Ao final, fica tão empolgado e admirado com a astúcia do detetive que até escreve um livreto narrando o caso.
O livro é ótimo. Tem uma boa narrativa de fatos, e foi muito feliz retroagindo histórias que deram ensejo aos crimes cometidos.
Além de ter sido a primeira aparição do personagem que criou vida e até hoje recebe milhares de cartas em Londres.

Leitura recomendada!

P.S.: Sério. Os correios londrinos estão abarrotados de cartas para a 221 b, Baker Street, London.

3 comentários:

RAMON(ES) disse...

Falando em Sherlock, eu comprei o dvd de "O enigma da pirâmide". Sucesso! 12,90 na americanas.

Marcio Melo disse...

Eu vi esse DVD Ramon, lembrei de vc. Eu confesso que nao lembro de ter assistido, é tão bom assim?

Quanto ao livro eu nunca li nenhum, ainda estou com Agatha Christie

Tarcila disse...

Ultimamente tenho lido muito mais Sherlock, mas tenho que confessar que minha preferência é mesmo por Hercule Poirot de Agatha.

Quanto ao filme, é realmente espatucal. Vai me emprestar, né Ramonaldo?